jump to navigation

Marquesa May 3, 2011

Posted by deltakappasoundsystem in Só alegria.
add a comment

2010: Apesar do caráter nobiliárquico, a estréia da festa do branco teve um quê de bíblica para o DeltaKappismo. Dividindo o mar de doirêra pura, o repertório que outrora fôra dedicado com mais zêlo à saudosa década de 1990, se juntou à margem de hits teen e outras farofices que harmonizam tão bem com a fartura de destilados que só um nobre Open Bar pode oferecer. E se a pista eletrônica é legal, espere para ver quando a ∆K resolve se aventurar pelos auto-tunes do dance-pop e sintetizadores do electro. Quase perdemos a cabeça, quando deixamos o volume lá no alto, impedindo que a festa acabasse no horário combinado. Desculpa ae, Armandi, a gente se empolga, não é por mal!

2011: Pegar as pick-ups das mãos do DJ Kibe é uma mamata. Não precisa de esforço nenhum pra abrir fenda. Uma pista só, DJ Pagani, Kibe, Bateria com um samba redondinho. Mas a nossa cara mesmo foi o poste elétrico, a versão deltakappista dos gogo-boys e gatas do pole-dance.

Where is Fluffy? #PushPopEdition May 3, 2011

Posted by deltakappasoundsystem in Só alegria.
add a comment

Uma festa em que a primazia dos loops e a virtuosidade nas pick ups ficam em segundo plano, dando lugar a uma profusão de olhares e abraços e beijos. Quando uma virada é menos importante que um olho no olho. Quando um bom remix é preterido pelo sing-along cru, mas emocionado e suado.

Esse era o clima que a gente via nas festas Where is Fluffy? de Rafael Semin e Marcela Franco o Aberta #3. E pode “destorcer” esse nariz, porque o lugar pode até ser de modernets, mas na quinta-feira, quando os mais blasê se debatem em pistas mequetrefes, o subsolo do Alberta pulava todo junto, jogando confete e serpentina para o alto.

A despedida da Fluffy – que virou We Party!, nova festa da Funhouse, sob o comando da dupla Marcela e Semin – foi uma PUSHPOP Edition, e lisongeados pelo convite, levamos toda a pompa que pudemos, com orelhas de coelho especialíssimas e chuva de papel moeda. Reais, dólares e Euros em profusão na maior ostentação big pimppin que pudemos proporcionar.

Adesivos de pokemón, pegação maluca na parede, banheiro mixto, pista lotada. Valeu até tirar do forno o single da Brit, que tinha vazado no fim da tarde do mesmo dia. Aposto que ninguém parou de dançar antes do mundo acabar naquele dia.

FAAP amor à primeira vista May 3, 2011

Posted by deltakappasoundsystem in Só alegria.
add a comment

Foi nosso primeiro rôle oficial. Um fistáile tão inocente que conseguiu roubar a atenção da mais quatrocentona patricinha. Tanto foi que seguimos nessa carruagem com uma geração de FAAPers.

InterFAU, na tenda mais chique dos jogos, reunímos todas as faculdades para uma confraternização do jeito que a gente gosta: música de casamento, groove, loucura e anos 90.

Festa do Amor e Passe Mal por 10 Real, as pool parties mais molhadas de que já se teve notícia. Com ou sem camisa xadrez, a playboyzada deu as mãos e dançou até quadrilha. Tudo sob a decoração de coroas e tiaras de piroquinhas, devidamente providenciadas pela nossa grande mecenas.

E, junto com essa brilhante geração de universitários que sabem como se divertir de verdade, nos formamos, em trajes de gala, com direito à trupe de dançarinas semi-nuas e show de pirotecnia.

Tequiladas May 3, 2011

Posted by deltakappasoundsystem in Só alegria.
add a comment

Arriba 2009: Tequila com samba? Deu certo em 2008. Tequila com sertanejo? Deu certo em 2009. Pelo menos é isso que a gente lembra. Disso e de chamar o capitão do time de futebol ao palco pra dançar Bomba dos Braga Boys.

Tequilada 2010: Tequila com clássicos do funk e axé? Claro que deu certíssimo! Depois de Claudinho despejar todo seu charme e funk com um cachecol da Cásper, e do Terra Samba atiçar todo ser vivo a entrar na onda do carrinho de mão, derretemos com todo o pop novíssmo e hits da internet que todo bom nerd despiroca.

Cervejadas May 3, 2011

Posted by deltakappasoundsystem in Só alegria.
add a comment

October 2009: O Porto Alcobaça estremeceu com a chegada da barca. Até a luz acabou.

Pré-JUCA 2010: Capitão Baça começa a curtir uma nova onda e deixa a nau. Agora ele é o Corredor X da DeltaKappa, toca quando quer e faz um baita estrago nessas ocasiões.

October 2010: Flores abençoadas para as mais emocionadas (e foram 4 buquês!), precisa dizer mais alguma coisa?

Bichos 2011: Recebendo novatos e veterano com muita animação, pra variar estourando o tempo da festa. Mas quem precisa de luz apagada depois de jogar tudo pra cima com a ∆K?

Pororocas May 3, 2011

Posted by deltakappasoundsystem in Só alegria.
add a comment

Uma festa batizada com um nome indígena em homenagem ao encontro das águas doces de rio e salgadas do Atlântico só pode despertar a parte mais selvagem de cada fantasia. Piratas, policiais, melindrosas, jogadoras, monstros, demônios, anjos, estrelas e figuras menos convencionais tiram as sapatilhas e fritam no mundo mágico da DeltaKappa.

Foi assim na nossa estréia casperiana no idos de 2009, foi assim no nosso aniversário de 1 ano em 2010. No início era mais que o verbo, era o Capitão Presença, Super Shock e Atreyu fervendo a pista já quente pelo samba-rock do DJ Negão. Nesse dia que as sapatilhas foram excluídas do rolê deltakappista, que prefere sentir o mundo por todos os poros.

Em 2010, comemorando data tão especial, Zé Pequeno/Jules Winnfield e o tabuleio de WAR deixaram claro que a parada dessa vez seria explosiva, agressiva e violenta. A gente podia ter gritado: “TODO MUNDO COM AS MÃOS PARA CIMA!”,  mas nem precisou a galera jogou tudo pro alto novamente. Os exércitos preto e amarelo, representados respectivamente por um negão e um japoronga, terminaram a noite conquistados, mas sem perder a batalha!

Rádio e Televisão May 3, 2011

Posted by deltakappasoundsystem in Só alegria.
add a comment

Não, ainda não estamos transmitindo discotecagens em broadcast (ainda). mas estamos fazendo nossa parte para que radioetevistas saibam ‘what’s hot and what’s not’ no mundo das diversões alcoolizadas. Quando uma festa não se preocupa em ser chamada de gay, é a festa qe daremos as mãos e seremos felizes, com todas as nossas aspirações de divas-hipster-hétero.

Premiação de reis e rainhas do Colorbailinho em 2009 e no ano seguinte os melhores trabalhos do audiovisual universitário foram agraciados com o Casperito, e com uma chuva de papel metalizado. Micareta e buzina no meio da pista explicaram de ante-mão que as Chiquititas hoje em dia viram ex-gordinha e atual gostosa da novela das 8, ou fazem ensaio sensual lésbico com ex-BBBs. Tem mais multimídia que isso? Tem como manter os braços pra baixo depois dessa?

Ralo 13 May 3, 2011

Posted by deltakappasoundsystem in Só alegria.
add a comment

Há quem diga que a festa de 13/05/2011 deveria ser a PUSHPOP #5. A dúvida é acertada, e a resposta ainda não foi desvendada, se é que um dia será. A grã de questã é que fizemos duas festas como residentes no Ralo 13, former A Boca.

Festa do Doce e Branca Pura, aproveitaram o rígido inverno do meio o ano na Augusta. As festas não eram propriamente nossas, mas dessa vez podíamos esculachar no volume do som, diferente da primeira PushPop, mais “recatada”.

Em agosto, depois de um tempo longe do pico, presenteamos uma amiga aniversariante com uma amnésia alcoólica que apagou da memória dela os momentos em cima da cabine de som. Entre os memoráveis e publicáveis, uma apresentação transcendental de Camila, Nenhum de Nós. E essa sim foi a PushPop #2, com direito a axé-dance-off com prêmios, e uma apresentação de movimentos de plasticidade impressionante sobre as caixas de som e na pista. Qual era seu nome, gata de blusa listrada?

Não tivemos mais oportunidades de tocar no Ralo 13. Hoje ele abriga uma hamburgueria…

Tequilada November 30, 2009

Posted by Rafael Takano in Só alegria.
add a comment

A gente confirmou que ia tocar só no dia. Festa linda, muitos casperianos compartilhando aquele clima genial de fim de ano. E nada melhor do que tequila a rodo. A RODO. O pico tava tranquilo, Então não rolava fila no bar. Breja gelada, tequila aos montes.

Até a próxima, pessoal, bom ver vocês.

 

 

 

Foi mal, galërë. Não lembramos de mais nada da festa pra contar pra vocês. Me falaram no MSN que na hora que a gente entrou pra tocar, a galera aglomerou de leve ali na frente do palco. é isso.

Arriba Cásper November 26, 2009

Posted by deltakappasoundsystem in Só alegria.
add a comment

A temida e amada tequilada da Cásper, a Arriba Cásper, ainda não confirmou nossa presença nas pick-ups do evento. Mesmo assim, a gente adianta aqui que o rolê é bão. Era pra falar só de rolês que a gente toca, mas nesse caso vale comentar.

A festa de encerramento da Cásper já teve diversos temas. Nos últimos anos vimos a Máquina do tempo chegar ao auge e dar lugar à Tequilada. Depois de colocar fogo nos porões do Joelma e fazer as paredes derreterem em suor e tesão, a tequilada virou Arriba Samba: mesma bebida mexicana, mas muito maior e com Fundo de Quintal fazendo casperianos requebrarem ao som de pandeiros e cavacos. Aí veio 2008, e a Atlética da Cásper botou pra f*#$%. Sério, botou pra FUDER mesmo. Arriba Benjor uniu o open Bar de tequila a JORGE BENJOR. Nem vou comentar o que essa mistura proporcionou. Tudo fica lindo com gente querida, música boa e bebida à vonts.

Esse ano mudou mais uma vez. A grande atração volta a ser o suco de Agave tequilana, a nobilíssima planta da América Central. Isso mesmo, a TEQUILA é o centro das atenções. Sua bebedeira será embalada pelo samba-rock da banda Cores e pela dupla sertaneja Marcos e Marcelo.

-Pô, depois de Fundo de Quintal e Jorge Ben, o nível tava mais alto – Aí é que você se engana caro amigo. Essa é a festa perfeita pra curtição pura. Ninguém vai se espremer na frente do palco, nem vai prestar atenção demais no palco, facilitanto a vida daqueles que vão em busca da sua alma-gêmea.

Não vamos mentir aqui. A gente não curte sertanejo. Não ouvimos em casa, pegamos mal com rodeio. Mas que atire o primeiro laço quem não souber cantar mais da metade dos clássicos citados aqui. Você não vai só pra balada de samba, mas no carnaval despiroca. Ou estou errado?

Adentro, amigos. Adentro!